• 25 JUN 14
    • 0
    Algumas mudanças hormonais típicas da idade mexem com o ciclo do sono do jovem

    Algumas mudanças hormonais típicas da idade mexem com o ciclo do sono do jovem

    Aquele mau humor típico dos adolescentes, a vontade de não sair da cama de manhã e até o mau desempenho escolar podem ser, na verdade, falta de sono.

    Especialistas em Medicina do Sono explicam que algumas alterações hormonais típicas da idade mexem com o ciclo do sono na adolescência. Uma mudança à qual nem todo adolescente consegue se adaptar facilmente.

    “A parte hormonal nessa idade está a mil. Há uma tendência de o adolescente ir dormir mais tarde, pelo menos uma hora depois do horário habitual. É fisiológico, acontece com todo mundo e pode começar a partir dos 12 anos”, explica a médica do sono, Jéssica Polese.

    Outra mudança que agrava o problema é o aumento das horas necessárias para se sentir descansado nessa idade. Segundo o médico especialista em Sono, Sérgio Barros, os adolescentes precisam, em média, de 9 a 10 horas de sono por dia.

    “Muitas vezes, uma das causas de ela estar sempre irritado, de ser ‘aborrescente’, é a falta de sono. Muitos adolescentes estudam de manhã e fazem estágio à tarde. Eles não podem dormir as horas que precisam”, disse.

    Para Jéssica, com o tempo, o relógio biológico se ajustará naturalmente. O problema é que a falta de sono acaba levando o adolescente a se envolver com atividades estimulantes, criando um ciclo vicioso, que pode fazer do hábito noturno se tornar um problema quando ele for adulto.

    “O principal problema é que, ao perceber que não conseguem dormir, eles vão para o computador e para a TV, atividades que estimulam o cérebro e dificultam o sono. Acabam indo dormir muito mais tarde. E sono ruim é humor ruim”, disse.

    Além do mau humor, esse problema pode afetar o desempenho escolar do jovem, já que o ensino médio é quase que exclusivamente ofertado no turno da manhã. O adolescente já chega às aulas sonolento e acaba tendo dificuldade de concentração.

    “Os pais precisam entender que é algo fisiológico e adaptar a casa para tentar contornar a situação. Dormir à tarde só vai piorar o problema. O melhor é manter o horário de ir para a cama e desligar aparelhos eletrônicos no mínimo 1 hora antes de ir dormir”, disse Jéssica.

    O PROBLEMA

    Fisiologia
    Com as mudanças da idade, o adolescente passa a dormir de 1 a 2 horas mais tarde que o habitual e ainda precisa de mais tempo de sono, média de 9,5 horas, para se sentir descansado

    Computador
    Ao perceberam que não conseguem dormir, muitos adolescentes vão para o computador ou televisão, que são estimulantes e agravam o problema – eles vão dormir ainda mais tarde

    Escola
    Apesar dos hábitos mais noturno, a maioria dos adolescentes é obrigada a acordar cedo pois o ensino médio é quase sempre só matutino

    Consequências
    Baixo desempenho escolar, irritabilidade, mau humor e até distúrbios psíquicos como depressão

    COMO SOLUCIONAR

    Mantenha o horário
    Apesar da falta de sono, procure ir para a cama no mesmo horário de sempre e fazer uma atividade relaxante, como ler um livro

    Prepare a casa
    O ideal é que toda a família se prepare para dormir no mesmo horário, diminuindo
    as luzes da casa e desligando televisão e computadores uma hora antes de irem para cama – e nada de atividades até 2 horas antes

    Não durma à tarde
    Dormir à tarde só vai piorar o problema e agravar o ciclo vicioso. É melhor tentar segurar o sono e ir para cama cedo

    Outro turno
    Se nenhuma das soluções acima der resultado, avalie a possibilidade de matricular o adolescente no turno vespertino, para que ele possa dormir um pouco mais pela manhã 
    Fonte: Gazeta Online

    Compartilhe em suas redes:
    Comentar

Comentar

Cancel reply
Compartilhe em suas redes: