• 13 JAN 15
    • 0
    DISTÚRBIOS DO SONO

    DISTÚRBIOS DO SONO

    DEFINIÇÃO

    Os distúrbios do sono são todas as dificuldades relacionadas ao sono, incluindo a dificuldade de adormecer ou de permanecer adormecido, dormir em momentos inapropriados, tempo total de sono em excesso ou comportamentos anormais relacionados ao sono.

    CAUSAS, INCIDÊNCIA E FATORES DE RISCO

    Mais de 100 distúrbios do sono e do despertar já foram identificados. Eles podem ser agrupados em quatro categorias principais:
    –  Dificuldade de adormecer ou permanecer dormindo (insônia)
    –  Problemas para permanecer acordado (sonolência excessiva durante o dia)
    –  Problemas para conseguir manter uma rotina regular de sono (problema de ritmo de sono)
    –  Comportamentos incomuns durante o sono (comportamentos que perturbam o sono)

    DIFICULDADE PARA ADORMECER OU PERMANECER DORMINDO

    A insônia inclui qualquer combinação de dificuldade para adormecer, para permanecer dormindo, falta de sono intermitente e despertar nas primeiras horas da manhã. Os episódios podem aparecer e desaparecer (transitório), durar até duas ou três semanas (curto prazo) ou ter longa duração (crônico).

    Fatores comuns associados à insônia:

    –  Doença física
    –  Depressão
    –  Ansiedade ou estresse
    –  Ambiente insatisfatório para o sono (p. ex.: com barulho ou luz excessiva)
    –  Cafeína
    –  Álcool ou outras drogas
    –  Uso de determinados medicamentos
    –  Fumo em excesso
    –  Desconforto físico
    –  Cochilos durante o dia

    Hábitos de sono contraproducentes:

    –  Deitar-se cedo
    –  Passar muito tempo acordado na cama

    Os distúrbios incluem:

    –  Insônia psicofisiológica: uma condição em que o estresse causado pela insônia dificulta ainda mais o adormecer
    –  Síndrome do atraso da fase do sono: seu relógio interno está constantemente fora de sincronia com as fases de dia e noite “aceitas”; por exemplo, os pacientes se sentem melhor se puderem dormir das 4 h ao meio-dia
    –  Distúrbio do sono com dependência de hipnóticos: insônia que ocorre quando você para de tomar ou desenvolve tolerância a determinados tipos de medicamentos para dormir
    –  Distúrbio do sono com dependência de estimulantes: insônia que ocorre quando você para de tomar ou desenvolve dependência a determinados tipos de estimulantes

    DIFICULDADE PARA PERMANECER ACORDADO

    Os distúrbios de sonolência excessiva são chamados de hipersônia. São eles:
    –  Hipersônia idiopática (sonolência excessiva que ocorre sem uma causa identificável)
    –  Narcolepsia
    –  Apneia do sono central e obstrutiva
    –  Distúrbio do movimento periódico dos membros
    –  Síndrome das pernas inquietas

    PROBLEMAS PARA CONSEGUIR MANTER UMA ROTINA REGULAR DE SONO

    Os problemas também podem ocorrer quando você não mantém uma rotina de sono e despertar consistentes. Isso ocorre durante viagens entre diferentes fusos horários e com pessoas que trabalham por turnos em escalas alternadas, principalmente quem trabalha à noite.
    Distúrbios de interrupção do sono:
    –  Distúrbios da transição sono-vigília
    –  Síndrome do Jet lag
    –  Pessoa que dorme pouco naturalmente (a pessoa dorme menos horas do que o normal, mas não apresenta sinais de doença)
    –  Insônia paradoxal (na verdade, a pessoa dorme um número de horas diferente do que ela imagina)
    –  Distúrbio do trabalho em turnos

    COMPORTAMENTOS QUE PERTURBAM O SONO

    Os comportamentos anormais durante o sono são chamados de parassônia e são muito comuns em crianças. São eles:
    –  Terrores noturnos
    –  Sonambulismo
    –  Distúrbio comportamental do sono REM (um tipo de psicose na qual a pessoa “representa” seus sonhos de uma forma tão violenta que ela pode machucar a pessoa que dorme ao seu lado)
    Sintomas:
    Os sintomas variam e dependem do distúrbio do sono específico.

    EXAMES E TESTES

    Os testes variam e dependem do distúrbio do sono específico. Pode-se realizar um estudo do sono (polissonografia).
    Tratamento
    Os tratamentos variam e dependem do distúrbio do sono específico.
    Evolução (prognóstico)

    O resultado varia de acordo com o tipo de distúrbio. Alguns distúrbios podem desaparecer sem tratamento.
    Ligando para seu médico
    Marque uma consulta com seu médico se a falta de sono, o sono em excesso ou os comportamentos incomuns durante o sono estiverem interferindo no seu dia a dia.
    Suspeita-se que as pessoas que roncam muito alto, acordam frequentemente para urinar durante a noite, e as que não se sentem descansadas ao acordar de manhã sofrem de apneia do sono.

    PREVENÇÃO

    Os fatores a seguir podem ajudar a prevenir muitos distúrbios do sono:
    –  Hábitos de sono regulares (como deitar e acordar nos mesmos horários todos os dias)
    –  Ambiente de sono tranquilo
    –  Exercícios regulares
    –  Manter-se saudável e em boas condições físicas gerais

    Referências

    Allen J. Blaivas, DO, Pulmonary, Critical Care, and Sleep Medicine, Department of Veteran Affairs, VA New Jersey Health Care System, East Orange, NJ . Review provided by VeriMed Healthcare Network. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, A.D.A.M., Inc.
    Atualizado em 16/8/2011, por: David B. Merrill, MD, Assistant Clinical Professor of Psychiatry, Department of Psychiatry, Columbia University Medical Center, New York, NY. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, A.D.A.M., Inc.

    DISTÚRBIOS DO SONO – Vivera

    Compartilhe em suas redes:
    Comentar

Comentar

Cancel reply
Compartilhe em suas redes: